terça-feira, 28 de outubro de 2014

IgNobel de Geografia vai para lorde fidalgo tucano parahybano (do Norte)






Sir Isaac Newton, cujas madeixas estão arrepiadas ante tal notícia, será apeado do trono da moderna física, depois que cientista paraibano inverteu a Lei da Gravitação Universal. Geógrafos já estudam processo contra Heródoto e se preparam para a árdua tarefa de explicar como um rio sobe a serra. 







Toda campanha eleitoral tem lá suas excentricidades, suas loucuras, seus absurdos. Mas, alguns membros da nossa espécie sapiens capricham no pedaço e ingressam numa etérea zona, na qual a Inteligência é rarefeita e gera desconfiança que pode existir vácuo pleno bem no meio da cachola.

Numa fila de Supermercado de John Person, comprando uma seleta de queijos e vinhos importados, um leitor fiel e informado do panfleto seboso que se opõe à Lei Áurea, muito cruel e mais desalmado que um diretor da Sabesp, vociferava horrores contra Dilma, contra os pobres e os desinformados (apud FCH, made in USA), que roubaram parte do seus polpudos honorários para pagar bolsas-prostituição, bolsas-preguiça, bolsas-incompetência e o diabo a quatro. Espumava de ódio ante o aumento que verificara do preço do Pinot noir, e a necessidade que teria de ir pessoalmente à França, para poder comprar o precioso líquido sem pagar impostos para sustentar hospitais que tratam pobres pestilentos, pulguentos e fedorentos... Lastimava, humanitariamente, que os pobres não fossem esterilizados em massa e apoiava entusiasmado um humanista de Piratininga, que dissera que, como médico grã-fino e de grã-finos, não gostava de gente, mas bem que apreciava de um doentinho pra garantir sua gorda prebenda mensal.

Um desinformado dos arredores, cansado com a cantilena “vejenta” do lorde fidalgo tabajara, obtemperou que a excelente administração da TFPSDB paulista deixara o Estado em situação de caos hídrico, por uma mistura de cupidez e incompetência.

Ante tal impertinência, o douto lorde fidalgo lançou um peremptório repto e saiu-se com tal animadversão, que será lançada em letras áureas nos anais da sabedoria de nossa civilização:

- A culpa é do Estado do Rio de Janeiro, que destruiu seus mananciais e impediu a água de fluir para a Paulicéia sedenta!!!

Numa só sentença, nosso cientista revogou a Lei da Gravitação Universal, levando Isaac Newton a se revirar em seu túmulo, além de ter revolucionado toda a Geografia desde os tempos do velho Heródoto...

Pela lógica do nosso portentoso luminar, o rio Paraíba do Sul nasce no Oceano Atlântico (ao norte do Estado Fluminense), vai subindo as serranias do Estado do Pezão, continua subindo Vale do Paraíba acima, e vai desaguar em seu nascedouro lá nas boas terras paulistas onde a garoa fez fama, mas agora é apenas uma saudade... É o único rio em aclive de todo o cosmo!!!

Conta-se, nos meios teológicos, que nosso emérito cientista, está sendo convocado pelo Criador para dar uns palpites num Upgrade do mundo, que está previsto para o dia em que a Sabesp virar uma empresa idônea.    

Circula, ainda, nos meios musicais, que o distinto está revisando vários sucessos e ensaia lançar DVD duplo, com participação especial de Lobão. A dupla está remixando e sampleando “Riacho do Navio”, do grande Luiz Gonzaga, que na nova versão terá a seguinte letra (mais um furo da revista sebosa): “no mei do mar nasce o Rio São Francisco, o Rio São Francisco vai despejar no Pajeú, o Rio Pajeú vai despejar no Riacho do Navio, o Pajeú vai despejar no Riacho do Navio” Êita, pai d’égua!!!

Confirma-se a previsão do Conselheiro que o sertão vai virar mar, pois em Sampa, com ajuda da Sabesp, o mar tá mesmo virando sertão... Até o capeta comprou ações dessa empresa, para poder fazer suas piores tropelias com o gênero humano.


Industriais da seca do nordeste, pós-doutores no assunto, já confirmaram presença no Curso de MBA que ministrarão no Auditório da Sabesp, para ensinar aos neo-industriais da seca como é que se faz a coisa. Tradição se une à inovação.






A indústria da seca está muito contente e já pensa em criar uma Sabesp sertaneja pra atuar no sertão de cá, propiciando a todos o conforto que não deve ser apenas apanágio de nossos irmãos sulistas...

Eleição é isso mesmo, há sempre a chance de aprender algo mais sobre nossa terra e nossa gente. Os meus amigos geógrafos poderão ganhar uma bela bolada vendendo livros didáticos com a nova Geografia criada por um nosso conterrâneo, para o mundo se curvar mais uma vez frente à Parahyba (do Norte). Aleluia!!!    

7 comentários:

  1. Respostas
    1. Beleza Sara. O problema mesmo, com essa nova Lei da Antigravidade, é se a Lagoa resolver subir. A fedentina vai ser feroz em Jampa rsrsrs.

      Excluir
  2. Cara você é o melhor! Muito bom! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu grande Ajudando. Você é irmão de Colaborando? Gente fina.

      Excluir
  3. O DVD inclui a faixa bônus de Caymmi. Na nova versão, "a praia quando quebra no mar/ É bonita, é bonita"

    ResponderExcluir
  4. Pois é Giuseppe Garibaldi. Inclusive, o Sr. Spok prometeu dar dobra 7 na Enterprise, o que vai alagar o deserto do Sinai. O trade turístico vai aproveitar para abrir um Spa para palestinos e judeus. A guerra acaba na praia, com uma cerva gelada e um torresminho bem crepitante. Para o banho de água doce, a Sabesp prometeu construir o duto Guarapiranga-Sinai. Tudo devidamente superfaturado e depositado no paraíso fiscal de Kukamonga.

    ResponderExcluir
  5. Acredito, inclusive, que tal canal passará por baixo da Escola Luiz Gonzaga Burity, rsrs

    ResponderExcluir